domingo, 23 de junho de 2013

Resenha + Nova Aquisição!!!

Olá, pessoal! Como vocês puderam ver pelo título, o post de hoje é um post duplo. Farei a resenha de um livro e também mostrarei à vocês o livro que acabei de ganhar!
A resenha é sobre o livro Retrato do meu coração. Uma excelente história de amor e ódio, que se passa na Inglaterra dos Lordes, Condes e Duques. Vamos lá?!

Retrato do Meu Coração - Patricia Cabot

 Maggie Herbert cresceu e se tornou uma linda mulher. Alta demais para os padrões de beleza da época, se sentia desajeitada e nem um pouco delicada. Suas ideias também não eram diferentes: seu sonho era ser pintora, desonrando toda a sua família. Mas seu mundo começa a desandar mesmo quando se encontra com um antigo amigo, o Duque de  Rawlings, Jeremy. 
Jeremy se impressionou assim que viu Maggie: alta, mas não mais que ele, linda, de seios fartos e rosto inocente. Era tudo o que ele queria, mas que não poderia ter. O espirito livre da jovem a impedia de ser a duquesa de Rawlings, o espírito descompromissado e irreverente de Jerry o impedia de ser um bom marido.  Mas ele estava disposto a mudar isso. 




Cinco anos se passaram e foram suficientes pra causar grandes mudanças: Jeremy agora era um soldado renomado e honroso, Maggie se tornara uma grande pintora, porém deserdada por seu pai e irmãs e pobre, tudo o que restava era seu bom nome e alguns amigos. E, quando o casal se reencontrou novamente, a paixão lasciva e a dor de uma amor não vivido voltaram como se nunca houvesse passado. Mas, agora, os problemas eram muito maiores do que antes.

Maggie estava noiva e o duque, prometido a uma princesa estrangeira que faria de tudo para ser desposada por ele. Embora tudo o que ambos quisessem era ficar juntos, isso não era possível, mais uma vez. E enquanto Maggie se recusava a admitir que amava Jeremy, ele fazia de tudo para conquistá-la, tarefa essa que era quase impossível.

O livro pode ser divido em basicamente duas partes: A primeira conta da juventude de Maggie, como ela era antes de seu début e também a juventude de Jerry, sua história e seu jeito nada digno de um duque. A segunda parte retrata um momento mais maduro dos dois, porém mais sofrido. O sentimento juvenil não foi apagado pelo tempo, ao contrário, a chama estava agora mais acesa que nunca!

Comentário: Uma história, sem dúvida, divertida. Patricia escreve o livro de maneira esplêndida, levando o leitor a sentir as emoções e conflitos de cada um dos personagens. Um ponto fraco é que, em determinado ponto, o jogo de "gato-e-rato" dos protagonistas de torna cansativo e, confesso, muitas vezes pensei em abandonar o livro. É um típico romance, que agradará a adolescentes e jovens. Apesar de disso, também é permeado por mistérios e aventuras.

Frases: 
“Todo o seu trabalho daquela noite, a socialização com os convidados, os sorrisos... para quê? Para nada, porque Jeremy Rawlings, aquele patife brigão e arrogante, aquele maldito filho da puta - sim, era o que ele era, um filho da puta -, arruinara tudo!”.

“Não acha que ela sirva para mim?. Calmamente, Edward começou a vestir o paletó. - Pelo contrário - respondeu, num tom gentil que contrastava com as palavras duras que pronunciou. - Maggie seria uma esplêndida duquesa. É você, meu rapaz, que não serve para ela. (...). Não, você não merece Maggie, ou qualquer outra mulher decente, porque não passa de um vadio”.
“-Você tem ideia do quanto é difícil - perguntou ele, com dentes cerrados - pedir em casamento uma garota que acabou de chamá-lo de idiota miserável?”.


Bom, assim termino a resenha e agora vou contar qual livro ganhei! Imaginem vocês que minha linda mãe me presenteou com um livro que estava na minha Lista de Desejos: O Colecionador de Lágrimas !!! E, sim, eu já comecei a ler é já me apaixonei pelo livro e pelo enredo. É perfeitamente escrito por Augusto Cury e conta uma história magnífica, cheia de segredos, mistérios, estórias sórdidas da época da Segunda Grande Guerra e muitos conflitos. Eu li apenas três capítulos e já recomendo, mas apenas para aquelas pessoas mais fortes. À pessoas emotivas e muito sensíveis não é recomendado.
Sinopse: "Um professor especialista em nazismo e II Guerra Mundial, começa a ter insônia e pesadelos, como se estive vivendo as atrocidades do Nazismo. A partir disso o passado passa a ser vivo para ele. Em um ponto de desatino, sobe na mesa da sala de aula e diz que os alunos são parceiros de Hitler. Sua intenção é, na verdade, provocar a sensibilidade e a curiosidade de seus alunos. Bem quisto por alguns, mas muito criticado e até processado por outros, ele é banido da universidade. Mas fica famoso recebendo diversos convites para conferências enquanto se esconde de um estranho complô nazista que tenta a todo custo assassiná-lo. Seu reconhecimento como grande historiador faz com que receba um convite de cientistas alemães, que pesquisam uma máquina complexa, financiada pelas forças armadas e que usa a teoria da relatividade e da quântica para conseguir viajar no tempo. Mas por que ele? O convite então se torna claro: tudo o que os alemães querem é alguém com competência suficiente para voltar no tempo, matar Hitler e mudar a história. Apesar de eliminar todo o mal causado por Hitler, conseguiria ele chegar à infância do ditador e assassiná-lo. Faria ele esta atrocidade?" 



Então, queridos, por hoje é só! Um beijo, um abraço, uma excelente semana e até a próxima!!

4 comentários:

Fernanda Santos disse...

Oi amore,

Adoro a meg, e esse livro ainda não li. Parece ser muito legal. Vai ser uma das minhas próximas aquisições.

Beijoca

www.suspirorecheado.com

Thaís D. disse...

Oi Fernanda! Eu também gosto dela! Olha, esse livro é simplesmente SENSACIONAL, mas como eu disse, se vc for uma pessoa mt sensível, não é bom lê-lo, pois as histórias que ele narra são bem fortes e tristes, por se tratar de fatos reais ocorridos no Holocausto. Obrigada pela visita e volte sempre!! Um beijo! :)

elizabeth paes disse...

Adoro Augusto Cury e parece-me que o livro dever ser muito bom! Adorei a dica. Parabéns pela resenha. Estou te seguindo. Bjos.

Thaís D. disse...

Elizabeth, muito obrigada! Os livros realmente são magníficos,ambos. Obrigada por seguir e sinta-se à vontade para comentar sempre que quiser! Um beijo! :)

 
;