sexta-feira, 8 de março de 2013

Um pouco de Mulher...

Olá lindezas!!! Hoje é um dia histórico: é o Dia Internacional da Mulher. E, como eu sou uma mulher, não poderia deixar de manifestar a minha alegria por essa data à nosso modo aqui o blog. Por isso, selecionei alguns livros cujas personagens principais são mulheres guerreiras, batalhadoras e, acima de tudo, vencedoras!!!

Belle - Lesley Pearse 

O livro carrega o nome de sua personagem. Coloquei-o no primeiro lugar porque essa moça sofreu o que muitas garotas sofrem até hoje: foi vítima do tráfico de pessoas. Mas ela conseguiu, com toda a sua ingenuidade e seguida por preconceitos por parte da sociedade, se reerguer e fazer sua própria história!


Sinopse: Londres, 1910. Belle, de 15 anos, viveu em um bordel em Seven Dials por toda sua vida, sem saber o que acontecia nos quartos do andar de cima. Mas sua inocência é estilhaçada quando vê o assassinato de uma das garotas e, depois, pega das ruas pelo assassino para ser vendida em Paris. Sem poder ser dona de seu próprio destino, Belle é forçada a cruzar o mundo até a sensual Nova Orleans onde ela atinge a maioridade e aprende a aproveitar a vida como cortesã. A saudade de casa — e o conhecimento de que seu status como garota de ouro não durará muito — a leva a sair de sua gaiola de ouro. Mas Belle percebe que escapar é mais difícil do que imaginou, pois sua vida inclui homens desesperados que imploram por sua atenção. Espirituosa e cheia de desenvoltura, ela tem uma longa e perigosa jornada pela frente. A coragem será suficiente para sustentá-la? Ela poderá voltar para sua família e amigos e encontrar uma chance para a felicidade?  Lesley Pearse criou em Belle a heroína de nossos tempos: uma mulher forte que luta por seus direitos em um mundo perigoso.

Lua de Sangue - Nora Roberts 

Nora criou, em sua ficção, uma mulher que foi abusada de todas as maneiras por um homem machista e preconceituoso. Mas, depois de tanto sofrer, foi em busca da sua felicidade!!


Sinopse: Em 'Lua de Sangue', Nora Roberts conta a história de Tory Bodeen, uma mulher que foi massacrada no corpo e no espírito, mas que nunca perdeu a esperança. Tory foi criada numa casa pequena e miserável na Carolina do Sul, onde o pai dominava com punho de ferro e cinto de couro...e onde seus talentos não tinham espaço para florescer. Mas havia Hope, a amiga que sempre contava nas horas mais difíceis, que morava numa casa enorme, a pouca distância da sua. Porém Hope é brutalmente assassinada e a vida de Tory começa a desmoronar. Passados 18 anos, Tory retorna a sua cidade natal decidida a encontrar paz, mas viver tão próxima das lembranças infelizes será mais difícil e assustador do que ela poderia imaginar. Porque o assassino de Hope também está por perto...


Nudez Mortal - J. D. Robb 

Uma investigadora dos tempos modernos é a nossa personagem da vez. A série "mortal", criada pelo pseudônimo J. D. Robb, tem como personagem principal uma mulher abusada, ferida e desacreditada. Em busca de justiça pelo mal que ela própria sofreu, segue carreira na polícia e encontra lá sua redenção. 


Sinopse: Eve Dallas é tenente da polícia de Nova York e está caçando um assassino cruel. Em mais de dez anos na força policial ela já viu de tudo e sabe que a própria sobrevivência depende de seus instintos. Eve avança contra todos os avisos que lhe dão para não se envolver com Roarke, bilionário irlandês, o principal suspeito de um dos casos de assassinato que ela está investigando. A paixão e a sedução, porém, possuem regras próprias, e depende de Eve assumir um risco nos braços de um homem sobre o qual ela nada sabe, a não ser a necessidade de sentir o toque dele, que se transformou em um vício para ela.


E um recado final:

Mulheres são mulheres. Guerreiras, amáveis, batalhadoras, leoas, lindas, maquiadas, medrosas, corajosas  Foram feitas para serem amadas, respeitadas, valorizadas. Quem não ama uma mulher não ama a própria existência. Quem subjuga uma mulher, subjuga a própria existência. Elas são mães, são filhas e são irmãs. São pessoas. Homem que é homem respeita uma mulher e, acima de tudo, a compreende, sem julgamentos. 
Mulher é trabalho! Parabéns à nós, mulheres, que nunca ganhamos nada de graça e mesmo assim chegamos onde estamos! Somos merecedoras! E, lembre-se: dia da mulher é todo dia!

Um grande beijos!!! 

Thaís D. 


2 comentários:

tahis ethereal disse...

Bom dia querida,
seus post são muito bons, eu amei !

Aproveita e passa lá no meu blog literário:
http://mundoda-
resenha.blogspot.com.br/
Se gostar não esquece de curtir nossa página no facebook e gostaria de ser uma afiliada do blog?
beijos linda !

Thaís D. disse...

Olá, flor! Muito obrigada! Vou visitar seu blog sim! Olha, quanto a vc ser afiliada ao blog.... me dá um tempinho pra pensar? Pq eu não sei se quero fazer isso agora... Vou pensar com carinho e te dou uma resposta! Pode ser? Até lá, continue acompanhando o blog! Vc será sempre bem vinda! Um beijo!

 
;