sexta-feira, 3 de janeiro de 2014

Minha Opinião sobre 'A Esperança' e Debate!



Bati meu recorde e li A Esperança em 1 noite (vulgo madrugada) e 1 dia. E como opiniões são diferentes! O livro, aliás a saga, foi PERFEITA do início ao fim. Diferente de minha prima, não acho que a Suzanne (nas palavras dela) "deu dor de barriga, sentou no vaso e escreveu o que ela estava sentindo!" (Risos)
Acho que marcas ficam, pra vida toda. Pessoas se vão. Desastres acontecem. E pesadelos sempre retornam para nos lembrar o passado. Mas o que nós fazemos? Vivemos. Procuramos sentir prazer em algo. E sentimos. Amamos de novo. As marcas sempre ficam. Mas nós amamos de novo. Foi o que aconteceu com Katniss e Peeta. As marcas vão ficar. Mas a vida segue. E ainda pode haver esperança nela. E não é assim na vida real?? Não é assim que vivemos todos os dias?? Não poderia ser diferente. Algumas mortes foram desnecessárias, sim. Mas, afinal, qual morte não o é? Nós também perdemos entes e temos que conviver com isso.
E, por fim, escrevi este texto enorme (e desnecessário) para convencer minha prima de que este livro retrata uma coisa real, enfeitada, glamourosa e futurista, mas real. Assim como todos nós, Katniss é uma sobrevivente. E, assim como todos nós, ela está buscando prazer em algo. Escrevi para convencê-la de que o livro, a história e a saga é boa! Queria que tivesse terminado de outra maneira. Mas, repito, a vida não é assim? "Felizes para sempre" só existem em contos de fadas. E esta história está longe de ser um conto de fadas. Todos nós choramos, lamentamos, perdemos alguém. Assim como os personagens de minha mais nova saga preferida. Temos de aprender a encontrar o caminho da felicidade. E é exatamente isso que eles fazem, no final do livro.
Querida prima, entendo seu ponto de vista, e concordo em partes com ele. Mas devemos admitir: foi a melhor história de 2013. A melhor saga. Com um final diferente do que gostaríamos, mas tão real, apesar de tão fictício. Sei que você vai discordar de mim eternamente, mas como eu disse na cozinha da minha casa: opiniões são diferentes. Espero que você entenda o que este texto, tão desnecessário, está querendo dizer.
E eu consigo ouvir os risos infantis dos filhos de Katniss e Peeta, e seus próprios sorrisos, na varanda da casa onde moram, na aldeia dos vitoriosos. As cicatrizes e os medos vão ficar. Mas os sorrisos também.

E, agora, abro o espaço para o debate e discussão!
Vocês concordam comigo? Ou acham que o final da saga podia ter sido melhor? O que vocês acham! Deem suas opiniões, contanto que sejam respeitosos uns com os outros (em outras palavras, sem brigas, meninos! haha)


Um beijo e até a próxima!!!

3 comentários:

Nina disse...

Olá!

Esse é o meu livro preferido da trilogia! Apesar de ter demorado demais para acabá-lo, por causa da aflição que sentia por causa dos acontecimentos, foi o único que eu percebi que é "autônomo". O primeiro é sensacional, mas o segundo segue a mesma linha do primeiro, só que um pouco mais exagerado. Mas esse último já tem elementos novos, e os personagens estão muito mais bem construídos. Parabéns pela resenha, gostei muito.

Love, Nina.
http://ninaeuma.blogspot.com/

Thaís D. disse...

Olá, Nina! Primeiramente, obrigada por visitar o blog!
Sim, este livro é sensacional! E eu o li rapidamente pelo mesmo motivo que vc demorou para ler: eu estava tão angustiada que queria ver o que ia acontecer logo haha! Este é um excelente livro! Perfeitamente construído, mas confesso que fiquei muito triste em alguns momentos! Eu recomendo muito!

Mais uma vez, obrigada pela visita e pelo elogio! volte sempre!

VALÉRIA VIEIRA disse...

Se você fosse escritora acredito que gostaria de seus livros. Você tem clareza na explicação e instiga a curiosidade pela história. Parabéns!

 
;